Arquivo de Maio, 2007

15
Maio
07

Não querendo parecer que dá jeito, falar agora de professores, como estamos quase em Junho (como a stora de Filosofia disse), é uma questão de nos apercebermos como está a educação, não só no nosso país mas como no mundo, e falando também, (a pedido), dos estudantes… o que os alunos têm que suportar, assim como os professores.

“A crise da educação não se deve apenas à desvalorização do professor, mas também à falência do processo de aprendizagem. O sistema educacional é obessessivo-compulsivo. Os alunos são colocados no mesmo programa, como se todos tivessem personalidades iguais. O conteúdo e o programa de ensino são rígidos.
Os professores são obrigados a seguir um programa rígido. Os alunos são bombardeados com milhões de informações inúteis. Eles “stressam-se” e “stressam” os seus alunos. A função da memória não é ser um banco de dados, mas um suporte da criatividade.
Em Espanha, 80% dos professores estão “stressados”, e no Brasil, 91%. Acordam cansados, tem excesso de sono, dores de cabeça, dores musculares, ansiedade, esquecimentos e muitos outros sintomas, em todo o mundo a situação é semelhante, pois enfrentamos alguns problemas universais.
O sistema educacional dissipa a saúde psíquica dos professores e a motivação dos alunos para construir o conhecimento. O resultado é que poucos alunos de facto aprendem e, quando aprendem, não sabem para que serve o conhecimento que adquiriram. Não há prazer de aprender como Platão.
(…)
Damos o conhecimento pronto e acabado aos jovens. Não os estimulamos a criticar, questionar, discordar. Os alunos não descobrem, não criam, não ousam pensar, não se aventuram. (…) os jovens não estão preparados para os desafios exteriores e os conflitos interiores. Não sabem proteger a sua emoção, administrar os seus pensamentos, expor as suas ideias, pensar antes de reagir.
(…)
O excesso de informação, associado ao excesso de estímulo provocado pela televisão e ao excesso de consumo, tem gerado, a síndrome SPA (Síndrome do Pensamento Acelerado).”

AUGUSTO CURY

Na parte do não criticar, questionar, discordar, temos de fazer excepção à aula de Filosofia, pois a stora não dá hipótese.
hehe =)

Daniela A.

Anúncios
11
Maio
07

Acordar…

Os meus alunos andam entorpecidos, adormecidos desde a feira biológica e vegana…vou tentar acordá-los com uma coisita para pensarem…pois bem, aqui vai…

O que caracteriza a mentalidade religiosa não é responder “Deus” à pergunta sobre o sentido ou intenção do universo; o que é propriamente religioso é acreditar que, depois de dada tão sublime resposta, já está justificado deixar de perguntar.
F. Savater

E agora, que me dizem a isto?

IM